Humanização do cuidado nas unidades de terapia intensiva: revisão integrativa Humanization care in intensive care units: integrative review

Humanização do cuidado nas unidades de terapia intensiva: revisão integrativa Humanization care in intensive care units: integrative review
QR Code

Humanização do cuidado nas unidades de terapia intensiva: revisão integrativa Humanization care in intensive care units: integrative review

Objetivo: Identificar o que a literatura científica nacional tem abordado acerca da humanização do cuidado nas Unidades de Terapia Intensiva em bases de dados online no período de 2009 a 2013. Métodos: Trata-se de uma revisão integrativa realizada através do acesso às bases: LILACS e BDENF, utilizan...

Full abstract

Saved in:
Journal Title: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online
Main Author: Camila Calhau Andrade Reis
Other Authors: Edite Lago da Silva Sena;
Marcos Henrique Fernandes
Traslated keyword:
Language: Portuguese
Get full text: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/3983
Resource type: Journal article
Source: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online; Vol 8, No 2 (Year 2016).
DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2016.v8i2.4212-4222
Publisher: Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Usage rights: Reconocimiento - NoComercial - SinObraDerivada (by-nc-nd)
Subjects: Applied Sciences --> Nursing
Abstract: Objetivo: Identificar o que a literatura científica nacional tem abordado acerca da humanização do cuidado nas Unidades de Terapia Intensiva em bases de dados online no período de 2009 a 2013. Métodos: Trata-se de uma revisão integrativa realizada através do acesso às bases: LILACS e BDENF, utilizando os descritores “humanização da assistência” e “Unidades de Terapia Intensiva”. Resultados: Seis estudos foram selecionados. Os resultados evidenciaram que a humanização no cuidado contribui de maneira significativa na recuperação do paciente em Unidade de Terapia Intensiva. Entretanto, há dificuldades de efetivação a serem superadas, sobretudo, relacionadas a questões do paciente e seus familiares, da equipe de enfermagem e das instituições de saúde. Conclusão: Há necessidade de capacitação e sensibilização dos profissionais, incremento de investimentos na formação, gestão institucional e do cuidado para melhorias na assistência ao paciente crítico.  Descritores: Humanização da assistência; unidades de terapia intensiva; assistência à saúde.