Morbidade materna pela doença hipertensiva especifica da gestação: estudo descritivo com abordagem quantitativa Maternal morbidity by hypertensive disease specific of the pregnancy: a descriptive study of a quantitative approach

Morbidade materna pela doença hipertensiva especifica da gestação: estudo descritivo com abordagem quantitativa Maternal morbidity by hypertensive disease specific of the pregnancy: a descriptive study of a quantitative approach
QR Code

Morbidade materna pela doença hipertensiva especifica da gestação: estudo descritivo com abordagem quantitativa Maternal morbidity by hypertensive disease specific of the pregnancy: a descriptive study of a quantitative approach

Objetivos: identificar o perfil das mulheres com Doença Hipertensiva Especifica da Gestação atendidas no Hospital Universitário Antônio Pedro (HUAP). Método: estudo descritivo e retrospectivo, com abordagem quantitativa. Realizado no HUAP. Resultados: no ano de 2011, 8% das internações na maternidad...

Full abstract

Saved in:
Journal Title: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online
Main Author: Amanda Fernandes do Nascimento da Cruz
Other Authors: Bianca Dargam Gomes Vieira;
Valdecyr Herdy Alves;
Diego Pereira Rodrigues;
Ana Beatriz Azevedo Queiroz;
Keitt Martins Santos
Palabras clave:
Traslated keyword:
Language: Portuguese
Get full text: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/4356
Resource type: Journal article
Source: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online; Vol 8, No 2 (Year 2016).
DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2016.v8i2.4290-4299
Publisher: Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Usage rights: Reconocimiento - NoComercial - SinObraDerivada (by-nc-nd)
Subjects: Applied Sciences --> Nursing
Abstract: Objetivos: identificar o perfil das mulheres com Doença Hipertensiva Especifica da Gestação atendidas no Hospital Universitário Antônio Pedro (HUAP). Método: estudo descritivo e retrospectivo, com abordagem quantitativa. Realizado no HUAP. Resultados: no ano de 2011, 8% das internações na maternidade do HUAP foram decorrentes da DHEG. A idade média das pacientes foi de 29 anos. Referente à raça/cor houve predominância da cor parda, 57%. Quanto à paridade, 30% eram primigestas. Os diagnósticos médicos predominantes foram Hipertensão Arterial Não Classificada 30% e Pré-eclâmpsia, 28%. Considerações finais: a DHEG é uma das principais causas de mortalidade materna, e o conhecimento a respeito do perfil da população permite a enfermagem obstétrica possa exercer um papel fundamental no auxilio a redução da mortalidade materna.