Levantamento e Conservação da Mastofauna em um Remanescente de Floresta Ombrófila Mista, Paraná, Brasil

Levantamento e Conservação da Mastofauna em um Remanescente de Floresta Ombrófila Mista, Paraná, Brasil
QR Code

Levantamento e Conservação da Mastofauna em um Remanescente de Floresta Ombrófila Mista, Paraná, Brasil

A Floresta Ombrófila Mista (FOM), também denominada Floresta com Araucária, recobria 37% da superfície do Paraná, mas hoje resta, nesse Estado, menos de 1% deste ecossistema florestal em estádio avançado de regeneração. Assim, o principal objetivo do presente estudo é contribuir com o conhecimento e...

Full abstract

Saved in:
Translated title: Inventory and Conservation of Mammals in an Araucaria Forest Remnant, Parana, Brazil
Journal Title: Pesquisa Florestal Brasileira
Main Author: Michele Dias
Other Authors: Sandra Bos Mikich
Palabras clave:
Traslated keyword:
Language: Portuguese
Get full text: http://pfb.cnpf.embrapa.br/pfb/index.php/pfb/article/view/214
Resource type: Journal article
Source: Pesquisa Florestal Brasileira; No 52 (Year 2006).
Publisher: Embrapa Florestas
Usage rights: Reconocimiento - NoComercial - SinObraDerivada (by-nc-nd)
Subjects: Sciences --> Biodiversity Conservation
Sciences --> Biology
Sciences --> Environmental Sciences
Applied Sciences --> Agriculture, Multidisciplinary
Applied Sciences --> Agronomy
Applied Sciences --> Forestry
Abstract: A Floresta Ombrófila Mista (FOM), também denominada Floresta com Araucária, recobria 37% da superfície do Paraná, mas hoje resta, nesse Estado, menos de 1% deste ecossistema florestal em estádio avançado de regeneração. Assim, o principal objetivo do presente estudo é contribuir com o conhecimento e a conservação da mastofauna paranaense, sobretudo das espécies que ocorrem na FOM. O trabalho de campo foi conduzido na área da Embrapa Florestas (25º19’ S – 49º09’ W), que possui 301 ha, dos quais 105 ha são recobertos por FOM primária alterada e os 196 ha restantes o são por vegetação secundária e por plantios monoespecíficos de espécies florestais. Os registros de mamíferos foram realizados duas vezes por semana entre abril de 2003 e fevereiro de 2004, por meio de métodos diretos e indiretos que incluíram registros visuais, análise de vestígios, coleta de animais mortos, caçados ou atropelados, entrevistas e trabalho museológico. Juntas, estas técnicas revelaram a presença de 27 espécies de mamíferos, um número subestimado, uma vez que as espécies de pequeno porte foram subamostradas. Entretanto, a presença de espécies raras e/ou ameaçadas na área de estudo, como Cabassous tatouay, Mimon bennettii, Leopardus triginus, L. wiedii e Mazama spp., reforçam a importância de pequenos remanescentes florestais para a conservação dos mamíferos da FOM do Estado do Paraná.  
Translated abstract: The Araucaria Forest (AF) once covered 37% of State of Parana, but nowadays less than 1% of mature AF was left. Besides being one of the most threatened Brazilian ecosystems, the AF is also poorly studied. So, the main objective of the present study was to contribute with the knowledge and conservation of Parana state mammals, focusing on AF species. The field study was conducted in the Embrapa Florestas property (25º19’ S – 49º09’ W), that has 301 ha of which 105 ha are covered by disturbed primary AF and the other 196 ha by secondary AF forests and forest plantations. Mammalian records were made twice a week between April 2003 and February 2004 employing direct and indirect methods including visual observations, analysis of vestiges, collection of dead, hunted or car-bitten individuals, interviews and museum studies. Altogether those techniques revealed the presence of 27 mammals, but this number is an underestimation since small species were poorly sampled. However, the presence of rare and/or endangered species, like Cabassous tatouay, Mimon bennettii, Leopardus triginus, L. wiedii and Mazama spp., in the study area reinforce the importance of small forest remnants for the conservation of the Araucarian forest  mammals of State of Parana.