Precisão e eficiência relativa de métodos de amostragem em teca

Precisão e eficiência relativa de métodos de amostragem em teca
QR Code

Precisão e eficiência relativa de métodos de amostragem em teca

Este estudo teve como objetivo comparar três métodos de amostragem: área fixa, Bitterlich e Prodan, quanto à precisão e eficiência relativa na estimativa das variáveis, diâmetro a 1,30 m do solo (DAP), número de árvores, área basal e volume total. Foi fixado um limite de erro em 10% em um nível de p...

Full abstract

Saved in:
Translated title: Precision and relative efficiency of sampling methods in teak
Journal Title: Pesquisa Florestal Brasileira
Main Author: Dirceu Lucio Carneiro Miranda
Other Authors: Jonas Francio;
Juliano de Paula Santos;
Carlos Roberto Sanquetta;
Ana Paula Dalla Corte
Palabras clave:
Traslated keyword:
Language: Portuguese
Get full text: http://pfb.cnpf.embrapa.br/pfb/index.php/pfb/article/view/638
Resource type: Journal article
Source: Pesquisa Florestal Brasileira; Vol 35, No 83 (Year 2015).
DOI: http://dx.doi.org/10.4336/2015.pfb.35.83.638
Publisher: Embrapa Florestas
Usage rights: Reconocimiento - NoComercial - SinObraDerivada (by-nc-nd)
Subjects: Sciences --> Biodiversity Conservation
Sciences --> Biology
Sciences --> Environmental Sciences
Applied Sciences --> Agriculture, Multidisciplinary
Applied Sciences --> Agronomy
Applied Sciences --> Forestry
Abstract: Este estudo teve como objetivo comparar três métodos de amostragem: área fixa, Bitterlich e Prodan, quanto à precisão e eficiência relativa na estimativa das variáveis, diâmetro a 1,30 m do solo (DAP), número de árvores, área basal e volume total. Foi fixado um limite de erro em 10% em um nível de probabilidade de 95%, utilizando-se 30 parcelas para cada método. Foram mensuradas as circunferências a 1,30 m do solo, para posterior conversão em DAP, e cronometrado os tempos totais desde a instalação das parcelas até a mensuração da última árvore. Para as estimativas das variáveis DAP e número de árvores por hectare, o método de área fixa foi o mais preciso. No entanto, para estimativa de área basal e volume o método de Bitterlich mostrou-se mais preciso. O método de Bitterlich mostrou-se o mais eficiente para estimativa de todas as variáveis. Pode-se concluir que a precisão não está diretamente associada à eficiência relativa e que métodos de amostragem menos usuais que o de área fixa podem ser utilizados com precisão e eficiência em inventários florestais.
Translated abstract: This study aimed to compare three sampling methods: fixed area, Bitterlich, and Prodan, regarding accuracy and relative efficiency to estimate the variables: diameter at 1.30 m above soil level (DBH), number of trees, basal area, and volume. The limit of error established was 10% at probability level of 95%, using 30 plots for each method. Circumference at 1.30 m above soil level was measured, for conversion in DBH, with total time counted since the plots installation until the last tree measured. The most accurate sampling was the fixed area method, for estimation of DBH and number of trees per hectare, whereas the Bitterlich method was the most accurate for estimation of basal area and volume. Bitterlich method proved to be more efficient for estimation of all variables. It can be concluded that the accuracy is not directly associated with relative efficiency, and that less usual sampling.