THE BODY OF THE TUBERCULOSIS CARRIER: CONFLICTS, DIFFICULTIES, AND REGULAR PROJECTS

THE BODY OF THE TUBERCULOSIS CARRIER: CONFLICTS, DIFFICULTIES, AND REGULAR PROJECTS
QR Code

THE BODY OF THE TUBERCULOSIS CARRIER: CONFLICTS, DIFFICULTIES, AND REGULAR PROJECTS

 Objetivo:Este estudo trata de responder a seguinte questão de investigação: como é o dia-a-dia do doente que faz o tratamento de tuberculose no HUCFF? Os objetivos foram identificar como o doente enfrenta seu dia-a-dia e discutir esses enfrentamentos para a adesão ao tratamento, por meio da Terapia...

Full abstract

Saved in:
Journal Title: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online
Main Author: Angela M.Fernandes da Silva Bittencourt
Other Authors: Fernanda Carvalho de Queiroz Mello;
Nebia Maria Almeida de Figueredo;
Afranio Lineu Kritski
Palabras clave:
Traslated keyword:
Language: Portuguese
Get full text: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/598
Resource type: Journal article
Source: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online; Vol 2, No 4 (Year 2010).
DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2010.v2i4.%p
Publisher: Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Usage rights: Reconocimiento - NoComercial - SinObraDerivada (by-nc-nd)
Subjects: Applied Sciences --> Nursing
Abstract:  Objetivo:Este estudo trata de responder a seguinte questão de investigação: como é o dia-a-dia do doente que faz o tratamento de tuberculose no HUCFF? Os objetivos foram identificar como o doente enfrenta seu dia-a-dia e discutir esses enfrentamentos para a adesão ao tratamento, por meio da Terapia Ocupacional.Método: Esta investigação se baseou na análise de conteúdo de Bardin, método que se preocupa com os aspectos da realidade e com o universo de significados. Para responder as questões, realizou-se processo de exploração do material das dez entrevistas gravadas por meio da pré-análise dos dados. Resultados:Os indicadores de enfrentamentos foram obtidos a partir de 76 evocações e que após a exploração e tratamento dos dados, os mesmos foram categorizados em três categorias: 1ª enfrentar a doença e suas conseqüências no cotidiano do tratamento; 2ª enfrentar a doença e as emoções cotidianas do tratar e a 3ª enfrentar a doença com espiritualidade e fé. ConclusãoConcluiu-se que existem diversos elementos vividos pelos pacientes, afetando seu corpo e que a Terapia Ocupacional propicia a adesão e o vínculo ao tratamento.