Profile of workers of a material and sterilization: an analysis of social and professional characteristics

Profile of workers of a material and sterilization: an analysis of social and professional characteristics
QR Code

Profile of workers of a material and sterilization: an analysis of social and professional characteristics

Objetivos: identificar e analisar o perfil socioeconômico e profissional dos trabalhadores de enfermagem que atuam em uma Central de Material e Esterilização (CME) de um hospital geral. Método: Pesquisa de abordagem quantitativa, descritiva e exploratória, realizada em uma CME de um hospital geral....

Full abstract

Saved in:
Journal Title: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online
Main Author: Carolina Cabral Pereira da Costa
Other Authors: Norma Valéria Dantas de Oliveira Souza;
Ariane da Silva Pires
Palabras clave:
Traslated keyword:
Language: Portuguese
Get full text: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/3667
Resource type: Journal article
Source: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online; Vol 8, No 1 (Year 2016).
DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2016.v8i1.3633-3645
Publisher: Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Usage rights: Reconocimiento - NoComercial - SinObraDerivada (by-nc-nd)
Subjects: Applied Sciences --> Nursing
Abstract: Objetivos: identificar e analisar o perfil socioeconômico e profissional dos trabalhadores de enfermagem que atuam em uma Central de Material e Esterilização (CME) de um hospital geral. Método: Pesquisa de abordagem quantitativa, descritiva e exploratória, realizada em uma CME de um hospital geral. Os sujeitos foram 34 trabalhadores de enfermagem. Utilizou-se como instrumento um formulário, sendo os dados obtidos nos meses de março a maio de 2013 e analisados a partir da estatística descritiva. O estudo foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa e protocolado com o nº 081.3.2012. Resultados: Ressalta-se que cenário da CME encontra-se em transformação, já que se constatou um baixo quantitativo de funcionários readaptados. Conclusão: Recomenda-se que se ampliem os espaços de discussão sobre Saúde do Trabalhador e sobre CME na formação de enfermagem.