PRE-OPERATIVE: APPROACH STRATEGY IN HUMANIZING NURSING CARE

PRE-OPERATIVE: APPROACH STRATEGY IN HUMANIZING NURSING CARE
QR Code

PRE-OPERATIVE: APPROACH STRATEGY IN HUMANIZING NURSING CARE

Objetivos: Os objetivos são discutir ações de humanização no cuidar da equipe de enfermagem durante o pré-operatório imediato; conhecer as ações da enfermagem realizadas no período Pré-operatório, na ótica do cliente e apontar estratégias de abordagem humanizada ao paciente cirúrgico. Métodos: Trata...

Full abstract

Saved in:
Journal Title: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online
Main Author: Gleidson de Oliveira Dutra
Other Authors: Marcelo Mota Ngueira;
Enedina Soares;
Leonardo Costa de Ávila;
Bruna Mazon e Souza
Palabras clave:
Traslated keyword:
Language: Portuguese
Get full text: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/1246
Resource type: Journal article
Source: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online; Vol 3, No 2 (Year 2011).
DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2011.v3i2.1797 1805
Publisher: Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Usage rights: Reconocimiento - NoComercial - SinObraDerivada (by-nc-nd)
Subjects: Applied Sciences --> Nursing
Abstract: Objetivos: Os objetivos são discutir ações de humanização no cuidar da equipe de enfermagem durante o pré-operatório imediato; conhecer as ações da enfermagem realizadas no período Pré-operatório, na ótica do cliente e apontar estratégias de abordagem humanizada ao paciente cirúrgico. Métodos: Trata-se de uma abordagem qualitativa que utilizou entrevistas com 10 clientes em pré-operatório, com roteiro contendo questões abertas e fechadas que possibilitou traçar o perfil dos mesmos. Resultados: obteve as seguintes categorias de análise: O cliente não reconhece as ações de enfermagem; o cliente conhece a enfermagem pelas ações técnicas pontuais; a necessidade de Adoção de atitude informativa; o estabelecimento de comunicação e vínculo com o cliente; e a necessidade de a enfermagem fazer-se presente. Conclusão: Este estudo possibilitou-nos a ampliação dos conhecimentos adquiridos durante a academia e assim, pudemos constatar com os dados colhidos dos questionários aplicados em clinica cirúrgica SUS e particular, não relataram diferenças nas ações de enfermagem prestadas aos mesmos, que também mostraram a ausência do vínculo da equipe de enfermagem com o paciente/cliente, a falta de informação a necessidade de atenção e diálogo com o mesmo, no sentido de minimizar a ansiedade, angústia e estresse da hospitalização e avaliação global da saúde geral do paciente.