COMPARATIVE EVALUATION OF POSITIVE CYTOLOGY, COLPOSCOPY AND HISTOPATHOLOGY: A METHOD OF SCREENING FOR CANCER OF THE CERVIX

COMPARATIVE EVALUATION OF POSITIVE CYTOLOGY, COLPOSCOPY AND HISTOPATHOLOGY: A METHOD OF SCREENING FOR CANCER OF THE CERVIX
QR Code

COMPARATIVE EVALUATION OF POSITIVE CYTOLOGY, COLPOSCOPY AND HISTOPATHOLOGY: A METHOD OF SCREENING FOR CANCER OF THE CERVIX

Objetivo: Identificar o número de pacientes encaminhadas com alteração NIC I e NIC II para realização do exame de colposcopia, assim como as alterações no exame de colposcopia de acordo com os encaminhamentos de NICI e NICII e verificar a real necessidade da realização do exame de colposcopia para f...

Full abstract

Saved in:
Journal Title: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online
Main Author: Marta Kolhs
Other Authors: Andra Carla Sebolt;
Jucimar Frigo
Palabras clave:
Traslated keyword:
Language: Portuguese
Get full text: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/1818
Resource type: Journal article
Source: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online; Vol 4, No 2 (Year 2012).
DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2012.v4i2.2357-2366
Publisher: Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Usage rights: Reconocimiento - NoComercial - SinObraDerivada (by-nc-nd)
Subjects: Applied Sciences --> Nursing
Abstract: Objetivo: Identificar o número de pacientes encaminhadas com alteração NIC I e NIC II para realização do exame de colposcopia, assim como as alterações no exame de colposcopia de acordo com os encaminhamentos de NICI e NICII e verificar a real necessidade da realização do exame de colposcopia para fins de diagnóstico do câncer de colo do útero. Método: Pesquisa quantitativa, documental e retrospectiva. Analisaram-se 275 fichas de colposcopia no período 2008 a 2010. Os dados foram analisados através da estatística descritiva. Resultados: 11% das mulheres tinham idade entre 18 a 20 anos; 52% tinham resultado do exame citopatológico NIC I; 48% tinham resultado do exame macronucleose; 37% tinham como resultado citopatológico alterações causadas pela infecção do HPV. Conclusão: Este trabalho pode contribuir para a construção novos critérios de encaminhamento para realização de colposcopia, corroborando com políticas públicas e serviços de saúde na prevenção/diagnóstico precoce do câncer de colo uterino