THE INTEGRATIVE PRACTICES AS A WAY COMPLEMENTARY TO THE BIOMEDICAL MODEL: CONCEPTIONS OF CAREGIVERS

THE INTEGRATIVE PRACTICES AS A WAY COMPLEMENTARY TO THE BIOMEDICAL MODEL: CONCEPTIONS OF CAREGIVERS
QR Code

THE INTEGRATIVE PRACTICES AS A WAY COMPLEMENTARY TO THE BIOMEDICAL MODEL: CONCEPTIONS OF CAREGIVERS

Objetivo: conhecer a concepção de cuidadoras que utilizam praticas integrativas, sobre as fragilidades do modelo de saúde vigente, bem como, analisar as contribuições dessas práticas na complementaridade do modelo biomédico. Métodos: utilizou-se a técnica da história oral. Foram entrevistadas nove c...

Full abstract

Saved in:
Journal Title: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online
Main Author: Alynne Mendonça Saraiva
Other Authors: Maria de Oliveira Ferreira Filha;
Maria Djair Dias
Palabras clave:
Traslated keyword:
Language: Portuguese
Get full text: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/1953
Resource type: Journal article
Source: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online; Vol 3, No Suplemento (Year 2011).
DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2011.v0iSupl..155-163
Publisher: Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Usage rights: Reconocimiento - NoComercial - SinObraDerivada (by-nc-nd)
Subjects: Applied Sciences --> Nursing
Abstract: Objetivo: conhecer a concepção de cuidadoras que utilizam praticas integrativas, sobre as fragilidades do modelo de saúde vigente, bem como, analisar as contribuições dessas práticas na complementaridade do modelo biomédico. Métodos: utilizou-se a técnica da história oral. Foram entrevistadas nove cuidadoras que trabalham com práticas integrativas de cuidado na ONG-Afya-centro Holístico da Mulher, situada no município de João Pessoa. A pesquisa foi realizada no período de maio a agosto de 2007. Resultados: Entre os relatos observamos que a busca por práticas integrativas se deve principalmente em virtude das fragilidades dos serviços de saúde demonstrada pela diminuição no tempo de duração das consultas, conflitos na relação profissional-cliente e pouca resolubilidade nos tratamentos. Conclusões: As práticas integrativas favorecem o acolhimento, a escuta e valoriza a subjetividade do indivíduo. É necessário considerar que as práticas integrativas não seriam uma alternativa ao modelo biomédico, mas sim uma forma complementar de cuidado.