INFLUÊNCIA DO ÓLEO DE COPAÍBA (Copaifera sp.) NO TATAMENTO DE FERIDA CUTÂNEA INFECCIONADA

INFLUÊNCIA DO ÓLEO DE COPAÍBA (Copaifera sp.) NO TATAMENTO DE FERIDA CUTÂNEA INFECCIONADA
QR Code

INFLUÊNCIA DO ÓLEO DE COPAÍBA (Copaifera sp.) NO TATAMENTO DE FERIDA CUTÂNEA INFECCIONADA

O presente estudo trata-se se um relato de experiência em que foi realizado um experimento utilizando óleo de Copaíba in natura em ferida aberta infeccionada. O motivo da pesquisa foi observar a ação do respectivo óleo em relação aos produtos oferecidos na Unidade Básica de Saúde. Teve como objetivo...

Full abstract

Saved in:
Journal Title: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online
Main Author: igor flávio batista martins
Other Authors: Aldir Silva
Palabras clave:
Traslated keyword:
Language: Portuguese
Get full text: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/976
Resource type: Journal article
Source: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online; Vol 2, No Suplemento (Year 2010).
DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2010.v0i0.%p
Publisher: Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Usage rights: Reconocimiento - NoComercial - SinObraDerivada (by-nc-nd)
Subjects: Applied Sciences --> Nursing
Abstract: O presente estudo trata-se se um relato de experiência em que foi realizado um experimento utilizando óleo de Copaíba in natura em ferida aberta infeccionada. O motivo da pesquisa foi observar a ação do respectivo óleo em relação aos produtos oferecidos na Unidade Básica de Saúde. Teve como objetivo, avaliar a efeito antiinflamatório do óleo resina de Copaíba, Copaíba sp, através da aplicação tópica em ferida infeccionada. A metodologia aplicada foi à pesquisa experimental, realizada no ano de 2008 e um morador de Comunidade no domicílio do pesquisado e com o seu consentimento. Os resultados mostraram que a aplicação do óleo resina de Copaíba como cobertura primária sobre a área inflamada e infeccionada conseguiu reduzir o edema local e cessação da exsudação purulenta resultante de processo infeccioso. Concluímos que os resultados se mostram promissores, apesar do curto prazo do experimento e da pequena amostragem, sendo ainda necessários estudos científicos mais aprofundados sobre atividade terapêutica do óleo de Copaíba e em outros tipos de lesões cutâneas.