THE TECHNICAL SKILLS OF THE NURSES ON THE ASSISTANCE OF THE NEWBORN

THE TECHNICAL SKILLS OF THE NURSES ON THE ASSISTANCE OF THE NEWBORN
QR Code

THE TECHNICAL SKILLS OF THE NURSES ON THE ASSISTANCE OF THE NEWBORN

Objetivos: Caracterizar o perfil profissional do enfermeiro e analisar os conhecimentos e habilidades essenciais dos enfermeiros que atuam no atendimento ao recém-nascido. Método: Quantitativo, transversal, descritivo, aplicado um formulário a 12 enfermeiros selecionados com técnica de amostragem po...

Full abstract

Saved in:
Journal Title: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online
Main Author: Ana Leticia Monteiro Gomes
Other Authors: Cristiane Rodrigues da Rocha;
Maria Antonieta Rubio Tyrrell
Palabras clave:
Traslated keyword:
Language: Portuguese
Get full text: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/2810
Resource type: Journal article
Source: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online; Vol 5, No 4 (Year 2013).
DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2013.v5i4.449-457
Publisher: Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Usage rights: Reconocimiento - NoComercial - SinObraDerivada (by-nc-nd)
Subjects: Applied Sciences --> Nursing
Abstract: Objetivos: Caracterizar o perfil profissional do enfermeiro e analisar os conhecimentos e habilidades essenciais dos enfermeiros que atuam no atendimento ao recém-nascido. Método: Quantitativo, transversal, descritivo, aplicado um formulário a 12 enfermeiros selecionados com técnica de amostragem por conglomerados. Os dados foram processados no Microsoft Office Excel 2007 e analisados através de manuais da Confederação Internacional das Parteiras e do Ministério da Saúde. Aprovado pelo comitê de ética da Secretaria Municipal de Saúde e Defesa Civil, CAAE:0265.0.314.000-10. Resultados: Identificou-se que 66,66% dos enfermeiros têm todos os 8 conhecimentos avaliados. E quanto às habilidades básicas, especialmente nos procedimentos de emergência, temos aproximadamente 46% de enfermeiros não treinados e 79% que não realizam os procedimentos. Conclusão: A ausência de conhecimento e habilidades estabelecidos pela Confederação Internacional das Parteiras confere um risco ao recém-nascido na assistência básica, principalmente nos casos de emergência, devendo o profissional ter um treinamento que assegure sua competência.procedimentos de emergência, temos aproximadamente 46% de enfermeiros não treinados e 79% que não realizam os procedimentos. Conclusão: A ausência de conhecimento e habilidades estabelecidos pela Confederação Internacional das Parteiras confere um risco ao recém-nascido na assistência básica, principalmente nos casos de emergência, devendo o profissional ter um treinamento que assegure sua competência.