CRITERIA FOR PERIPHERAL VENOUS ACCESS FIXATION IN PREMATURE NEWBORNS

CRITERIA FOR PERIPHERAL VENOUS ACCESS FIXATION IN PREMATURE NEWBORNS
QR Code

CRITERIA FOR PERIPHERAL VENOUS ACCESS FIXATION IN PREMATURE NEWBORNS

Objetivo: analisar os critérios para a fixação de acessos venosos periféricos em recém-nascidos prematuros, utilizados pela equipe de enfermagem, da Unidade Semi-intensiva Neonatal de um hospital público do interior da Bahia. Métodos: estudo descritivo, exploratório e qualitativo realizado em um hos...

Full abstract

Saved in:
Journal Title: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online
Main Author: Luciano Marques dos Santos
Other Authors: Tatiana Ribas Gomes Holtz;
Deisielle Mota de Santana;
Rosana Castelo Branco de Santana;
Daniela de Medeiros Lopes;
Leandro Feliciano Nery dos Santos
Palabras clave:
Traslated keyword:
Language: Portuguese
Get full text: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/1877
Resource type: Journal article
Source: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online; Vol 5, No 1 (Year 2013).
DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2013.v5i1.3238-3250
Publisher: Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Usage rights: Reconocimiento - NoComercial - SinObraDerivada (by-nc-nd)
Subjects: Applied Sciences --> Nursing
Abstract: Objetivo: analisar os critérios para a fixação de acessos venosos periféricos em recém-nascidos prematuros, utilizados pela equipe de enfermagem, da Unidade Semi-intensiva Neonatal de um hospital público do interior da Bahia. Métodos: estudo descritivo, exploratório e qualitativo realizado em um hospital público da Bahia, no período de agosto a setembro de 2009, com dezesseis profissionais de enfermagem. Foi aprovado por Comitê de Ética em Pesquisa pelo parecer de no 01.278-2009. Os dados foram coletados de entrevistas semi-estruturadas e registros fotográficos de acessos venosos periféricos, sendo analisados através da Análise de Conteúdo de Bardin e Análise Semiológica de Imagens, respectivamente. Resultados: a fixação dos acessos venosos periféricos é realizada através de critérios inconsistentes e sem evidências científicas, não havendo padronização que norteiem os profissionais a realizarem esta prática. Conclusões: sugerimos a elaboração de um protocolo assistencial que embase estes profissionais e sistematize esta prática, pautada na qualidade e excelência do cuidado.