Burnout syndrome in nursing technicians of basic health units

Burnout syndrome in nursing technicians of basic health units
QR Code

Burnout syndrome in nursing technicians of basic health units

Objetivo: identificar a síndrome em técnicos de enfermagem de Unidades Básicas de Saúde através do Inventário de Burnout Maslach. Método: o estudo tem natureza exploratória e abordagem quantitativa. A análise dos dados deu-se por estatística descritiva. Resultados: a maioria dos profissionais atua n...

Full abstract

Saved in:
Journal Title: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online
Main Author: Josirleide de Oliveira Santos
Other Authors: Francisca Bezerra de Oliveira;
Maria Rosilene Cândido Moreira;
José Ferreira Lima Júnior;
Iluska Pinto da Costa;
Maria Adelaíde Silva Paredes Moreira
Traslated keyword:
Language: Portuguese
Get full text: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/4507
Resource type: Journal article
Source: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online; Vol 6, No 5 (Year 2014).
DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2014.v6i5.42-49
Publisher: Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Usage rights: Reconocimiento - NoComercial - SinObraDerivada (by-nc-nd)
Subjects: Applied Sciences --> Nursing
Abstract: Objetivo: identificar a síndrome em técnicos de enfermagem de Unidades Básicas de Saúde através do Inventário de Burnout Maslach. Método: o estudo tem natureza exploratória e abordagem quantitativa. A análise dos dados deu-se por estatística descritiva. Resultados: a maioria dos profissionais atua na saúde há mais de 10 anos e consideram seu trabalho estressante (nove - 82%); queixa-se de dores musculares e de cabeça (oito - 73%); dores de estômago (4 – 36%); irritabilidade, dificuldade de concentração e fadiga fácil (três – 27%). O risco para a síndrome de burnout foi identificado em dois (18%). Conclusão: há necessidade do desenvolvimento de políticas públicas de saúde, sobretudo no campo da saúde mental voltadas para as reais necessidades dos trabalhadores, produzindo sentimentos positivos com relação as suas atividades, reduzindo as pressões geradoras de estresse crônico e os transtornos emocionais dele advindos, atitudes que desfavorecem o desenvolvimento da síndrome de burnout.