Moral harassment: a study with nurses of the family health strategy

Moral harassment: a study with nurses of the family health strategy
QR Code

Moral harassment: a study with nurses of the family health strategy

Objetivos: Investigar a ocorrência da prática do assédio moral no  ambiente de trabalho de enfermeiros da Estratégia Saúde da Família; averiguar quem são os assediadores; identificar as características dos agressores; verificar as consequências da prática do assédio moral para a saúde do profissiona...

Full abstract

Saved in:
Journal Title: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online
Main Author: Alana Franco da Silva
Other Authors: Solange Fátima Geraldo da Costa;
Patrícia Serpa de Souza Batista;
Ana Aline Lacet Zaccara;
Isabelle Cristinne Pinto Costa;
Marcella Costa Souto Duarte
Palabras clave:
Traslated keyword:
Language: Portuguese
Get full text: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/3459
Resource type: Journal article
Source: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online; Vol 7, No 1 (Year 2015).
DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2015.v7i1.1820-1831
Publisher: Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Usage rights: Reconocimiento - NoComercial - SinObraDerivada (by-nc-nd)
Subjects: Applied Sciences --> Nursing
Abstract: Objetivos: Investigar a ocorrência da prática do assédio moral no  ambiente de trabalho de enfermeiros da Estratégia Saúde da Família; averiguar quem são os assediadores; identificar as características dos agressores; verificar as consequências da prática do assédio moral para a saúde do profissional. Métodos: Trata-se de uma pesquisa exploratória, com abordagem quantitativa, desenvolvida em Unidades de Saúde da Família, do município de João Pessoa, com 30 enfermeiros, com a aplicação de um questionário. Os dados foram analisados por meio de frequência e percentual. Resultados: Dos trinta enfermeiros da pesquisa, dez (33,3%) sofreram assédio moral, e em 46,1% dos casos, os agressores eram apoiadores. No que tange a problemas de saúde em consequência do assédio, destaca-se o estresse (92,3%). Conclusões: O estudo evidenciou que um número significativo de enfermeiros foram vítimas de assédio moral em seu ambiente de trabalho, de forma repetitiva e sistemática, o que acarreta problemas de saúde para o trabalhador.