SYMPTOMATOLOGY THE DEPRESSION IN ELDERLY ATTENDED FROM BASIC HEALTH UNITS

SYMPTOMATOLOGY THE DEPRESSION IN ELDERLY ATTENDED FROM BASIC HEALTH UNITS
QR Code

SYMPTOMATOLOGY THE DEPRESSION IN ELDERLY ATTENDED FROM BASIC HEALTH UNITS

Objetivo: Conhecer a prevalência da sintomatologia depressiva em idosos atendidos em Unidades Básicas de Saúde. Método: Estudo exploratório no período de abril a julho de 2011, com idosos de idade igual ou superior a 60 anos. A amostra foi composta de 249 idosos, que responderam à Escala de Depressã...

Full abstract

Saved in:
Journal Title: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online
Main Author: Ieda Nogueira Beltrão
Other Authors: Luípa Michele Silva;
Maria do Socorro Costa Feitosa Alves;
Maria Adelaide Silva P. Moreira;
Felismina Mendes;
Regina Rodriguez Bôtto Targino
Palabras clave:
Traslated keyword:
Language: Portuguese
Get full text: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/1946
Resource type: Journal article
Source: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online; Vol 3, No Suplemento (Year 2011).
DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2011.v0iSupl..1-8
Publisher: Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Usage rights: Reconocimiento - NoComercial - SinObraDerivada (by-nc-nd)
Subjects: Applied Sciences --> Nursing
Abstract: Objetivo: Conhecer a prevalência da sintomatologia depressiva em idosos atendidos em Unidades Básicas de Saúde. Método: Estudo exploratório no período de abril a julho de 2011, com idosos de idade igual ou superior a 60 anos. A amostra foi composta de 249 idosos, que responderam à Escala de Depressão Geriátrica reduzida, adotada pelo Ministério da Saúde. Foram realizadas análises de variância da prevalência dos sintomas de depressão com idosos em ambos os sexos. Resultados: Identificados sintomas de depressão em 65 idosos com 26,1%: 15 homens (6%) e 50 mulheres (20,1%). Conclusão: Procurou-se conhecer a sintomatologia da depressão em idosos atendidos em Unidades Básicas de Saúde em que foi observada maior prevalência em mulheres. Esse achado sugere ser motivado por causas relacionadas com diferentes fatores, entre estes, com destaque à história familiar, hormonais, sociais entre outras, exigindo dos profissionais de saúde maior atenção por ocasião do atendimento à pessoa idosa com ações preventivas.