ACCESS TO HEALTH SERVICES OF BASIC CARE: ELDERS' PERCEPTION

ACCESS TO HEALTH SERVICES OF BASIC CARE: ELDERS' PERCEPTION
QR Code

ACCESS TO HEALTH SERVICES OF BASIC CARE: ELDERS' PERCEPTION

Objetivo: Analisar a percepção de idosos acerca do atendimento na atenção básica. Método: Estudo descritivo com abordagem qualitativa, realizado em uma Unidade Básica de Saúde da Família de Fortaleza-CE, Brasil. Participaram 20 idosos, utilizaram-se para a coleta de dados a técnica da entrevista sem...

Full abstract

Saved in:
Journal Title: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online
Main Author: Emanuelle Anastacio Carvalho
Other Authors: Lucilane Maria Sales da Silva;
Maria Cristina Leite Araujo Borges;
Francisca Tereza de Galiza
Palabras clave:
Traslated keyword:
Language: Portuguese
Get full text: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/1544
Resource type: Journal article
Source: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online; Vol 3, No 4 (Year 2011).
DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2011.v3i4.2600-2607
Publisher: Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Usage rights: Reconocimiento - NoComercial - SinObraDerivada (by-nc-nd)
Subjects: Applied Sciences --> Nursing
Abstract: Objetivo: Analisar a percepção de idosos acerca do atendimento na atenção básica. Método: Estudo descritivo com abordagem qualitativa, realizado em uma Unidade Básica de Saúde da Família de Fortaleza-CE, Brasil. Participaram 20 idosos, utilizaram-se para a coleta de dados a técnica da entrevista semi-estruturada e o roteiro com perguntas objetivas e subjetivas. A análise ocorreu através da leitura exaustiva da literatura, do recorte de trechos das falas dos sujeitos e da organização das temáticas. Resultados: Evidenciou-se que a maioria dos idosos conhecia seus direitos, porém não os exigiam para evitar situações de constrangimento. Conclusão: Os sujeitos embora tenham afirmado acolhimento satisfatório pela equipe, revelaram dificuldades no atendimento de suas demandas. Espera-se que o estudo possa contribuir para a elaboração de estratégias de ampliação das ações em saúde da pessoa idosa.