Falls in elderly: identification of extrinsic risk factors at home

Falls in elderly: identification of extrinsic risk factors at home
QR Code

Falls in elderly: identification of extrinsic risk factors at home

Objetivo: IDENTIFICAR FATORES DE RISCO EXTRÍNSECOS QUE PREDISPÕEM A OCORRÊNCIA DE QUEDAS DE IDOSOS EM AMBIENTE DOMICILIAR. Método: FORAM AVALIADAS 95 RESIDÊNCIAS QUANTO À PRESENÇA DE FATORES DE RISCO, UTILIZANDO-SE ENTREVISTA ESTRUTURADA. Resultados: DAS 95 RESIDÊNCIAS AVALIADAS APENAS 7,4% (7) NÃO...

Full abstract

Saved in:
Journal Title: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online
Main Author: Caio Drummond de Amorim Bizerra
Other Authors: Rogério Fabiano Gonçalves;
Amanda de Figueirôa Silva Carmo;
Laísla Alves Moura;
Rodrigo Nonato Coelho Mendes
Palabras clave:
Traslated keyword:
Language: Portuguese
Get full text: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/2858
Resource type: Journal article
Source: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online; Vol 6, No 1 (Year 2014).
DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2014.v6i1.203-212
Publisher: Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Usage rights: Reconocimiento - NoComercial - SinObraDerivada (by-nc-nd)
Subjects: Applied Sciences --> Nursing
Abstract: Objetivo: IDENTIFICAR FATORES DE RISCO EXTRÍNSECOS QUE PREDISPÕEM A OCORRÊNCIA DE QUEDAS DE IDOSOS EM AMBIENTE DOMICILIAR. Método: FORAM AVALIADAS 95 RESIDÊNCIAS QUANTO À PRESENÇA DE FATORES DE RISCO, UTILIZANDO-SE ENTREVISTA ESTRUTURADA. Resultados: DAS 95 RESIDÊNCIAS AVALIADAS APENAS 7,4% (7) NÃO APRESENTARAM INADEQUAÇÕES DE ACORDO COM OS ITENS AVALIADOS. OBSERVOU-SE QUE AS INADEQUAÇÕES ENVOLVENDO TAPETES E BATENTES FORAM AS MAIS PREVALENTES, REPRESENTANDO EM CONJUNTO CERCA DE 40% DOS PROBLEMAS IDENTIFICADOS NA PESQUISA. OUTROS PROBLEMAS RELEVANTES FORAM RELATIVOS À AUSÊNCIA DE BARRAS DE APOIO EM LOCAIS QUE REQUERIAM O SEU USO, INTERRUPTORES DISPOSTOS EM LOCAIS DE DIFÍCIL ACESSO E LONGE DA ENTRADA DOS CÔMODOS DO DOMICÍLIO, PISOS COM ALTERAÇÕES NO SEU RELEVO, ILUMINAÇÃO INSUFICIENTE NOS AMBIENTES E MÓVEIS OBSTRUINDO A PASSAGEM DO IDOSO. Conclusão: OS FATORES DE RISCO PARA QUEDAS ESTIVERAM PRESENTES NA MAIORIA DAS RESIDÊNCIAS, SENDO QUE BOA PARTE DESTES SÃO FATORES PREVENÍVEIS.