FEELINGS EXPRESSED BY MOTHERS OF PREMATURE NEWBORNS ADMITTED TO THE NEONATAL ICU

FEELINGS EXPRESSED BY MOTHERS OF PREMATURE NEWBORNS ADMITTED TO THE NEONATAL ICU
QR Code

FEELINGS EXPRESSED BY MOTHERS OF PREMATURE NEWBORNS ADMITTED TO THE NEONATAL ICU

Objetivo: Descrever os sentimentos de mães de neonatos prematuros internados na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal de uma Maternidade Pública de Teresina–PI Método: Estudo qualitativo realizado com 18 mães de filhos prematuros internados na Unidade de Terapia Intensiva. A produção dos dados ocorr...

Full abstract

Saved in:
Journal Title: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online
Main Author: Alcineide Mendes de Sousa
Other Authors: Carleandra da Silva Mota;
Ionárya Araújo Costa da Cruz;
Sayonara dos Santos Mendes;
Maria do Carmo de Carvalho e Martins;
Maria Eliete Batista Moura
Palabras clave:
Traslated keyword:
Language: Portuguese
Get full text: http://www.seer.unirio.br/index.php/cuidadofundamental/article/view/1943
Resource type: Journal article
Source: Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental Online; Vol 3, No Suplemento (Year 2011).
DOI: http://dx.doi.org/10.9789/2175-5361.2011.v0iSupl..100-110
Publisher: Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro
Usage rights: Reconocimiento - NoComercial - SinObraDerivada (by-nc-nd)
Subjects: Applied Sciences --> Nursing
Abstract: Objetivo: Descrever os sentimentos de mães de neonatos prematuros internados na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal de uma Maternidade Pública de Teresina–PI Método: Estudo qualitativo realizado com 18 mães de filhos prematuros internados na Unidade de Terapia Intensiva. A produção dos dados ocorreu entre agosto e outubro de 2009 através de um roteiro de entrevista semi-estruturada. Resultados: A pesquisa possibilitou identificar e compreender os sentimentos e necessidades maternas diante da internação do filho, representando uma situação de sofrimento e fragilidade. Conclusão: Os sentimentos destacados foram: tristeza, culpa, medo, esperança, frustração, preocupação e conforto. Foi possível perceber que estas mães apresentam-se bastante fragilizadas e vivendo um intenso momento de crise. Sugere-se maior atenção e assistência profissional às mães. A implementação de um grupo de apoio para compartilhar experiências com outros pais, além de minimizar seus medos e ansiedades, permitiria um melhor acolhimento destes, incentivando-os a participarem do cuidado ao filho.